geral@penafielmagazine.pt

Notícias em Penafiel
 

A DANÇA TAMBÉM CURA

Um grupo dirigido por Liliane Viegas, no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, faz sessões de dançaterapia. Aqui as pessoas falam e dançam, qualquer pessoa pode usufruir destas sessões não estando limitado aos doentes do hospital.

A dança e movimento terapia é uma área de intervenção no campo da psicopatologia, ou seja, associada a problemas mentais, e também do campo do tratamento físico, que pode ajudar a curar determinadas lesões. Exige formação tanto em dança como em psicologia, mas não só.

Muitos têm esquizofrenia, distúrbios de personalidade, bipolaridade, autismo, síndrome de Asperger ou depressões profundas. Cada sessão dura pouco mais de uma hora. São realizados movimentos que ao longo dos anos lhes têm trazido melhoras significativas.

A dança e movimento terapia é uma área de intervenção no campo da psicopatologia, ou seja, associada a problemas mentais, e também do campo do tratamento físico, que pode ajudar a curar determinadas lesões. Exige formação tanto em dança como em psicologia, mas não só.

Trabalha com adultos, tanto homens como mulheres, que nem sempre são fáceis de integrar nas sessões: há quem chore, há quem não fale, há quem fale demais e até há doentes que acabam por entrar em conflito uns com os outros. Alguns são doentes em tratamento e deslocam-se apenas ao hospital para estas sessões, outros são residentes.

Um dançaterapeuta precisa de ter uma formação especializada para poder intervir em casos como o autismo, a esquizofrenia, a depressão. A dança é uma outra via de chegar ao paciente, porque tem como instrumento de trabalho o corpo e a sua expressão.

Fonte: Observador
Share Post