geral@penafielmagazine.pt

Notícias em Penafiel
 

INAUGURADA UNIDADE DESTACADA DOS BOMBEIROS DE CETE EM RECAREI

A Unidade Destacada dos Bombeiros de Cete, em Recarei, foi inaugurada no dia 29 de abril, pelo Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, e pelo Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida.

Na sua intervenção, o autarca paredense salientou a importância deste equipamento, orçado em 100 mil euros e cedido por 25 anos aos Bombeiros Voluntários de Cete.

“Este é um equipamento de vital importância para o sul do concelho e que vai servir as freguesias de Aguiar de Sousa, Cete, Recarei e Sobreira. O objetivo e fundamento desta obra é a proximidade com a zona sul do concelho de Paredes, com o intuito de permitir uma mais rápida e eficaz intervenção das forças de socorro, ao nível dos incêndios, do socorro de pessoas e bens, e do apoio às populações”, sublinhou, além de esclarecer na sua intervenção que “a área de atuação própria dos Bombeiros Voluntários de Cete encontra-se limitada a pelo município de Gondomar, Penafiel e Valongo, com uma mancha florestal contígua de grande dimensão, com cerca de 18.000 hectares e abrange as freguesias de Aguiar de Sousa, Cete, Parada de Todeia, Recarei e Sobreira, tem uma área de 53,44 km2 e uma população residente, segundo os Censos em 2011, de 15.523 pessoas”.

Por sua vez, o Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, enalteceu a nova estrutura e a necessidade destes equipamentos serem replicados noutros pontos do país de forma a estarem mais próximo das comunidades e a prestarem um melhor socorro.

“A Unidade Destacada dos Bombeiros de Cete, em Recarei, vai potenciar a proximidade com as comunidades do sul do município e permitir um socorro mais eficaz. O equipamento hoje inaugurado enquadra-se na estratégia que o Governo está a desenvolver para a Proteção Civil.”

Noel Ferreira, recentemente empossado comandante dos Bombeiros de Cete, lembrou que “é relevante substituir o parque automóvel da corporação, que necessita de a curto prazo ser renovado, com prioridade para as viaturas pesadas de combate a incêndios”. Além da criação de uma equipa de intervenção permanente, Noel Ferreira sublinhou a necessidade da corporação dispor de um posto de emergência médica, referindo que “o número de solicitações em emergência pré-hospitalar é bastante significativo”.