geral@penafielmagazine.pt

Notícias em Penafiel
 

GNR DETIDO EM PENAFIEL POR PERSEGUIR EX-MULHER

Um militar da GNR foi detido no quartel de Penafiel por suspeita da prática de crimes de violência doméstica, dano e furto, avança, na edição deste domingo, o Jornal de Notícias.

Elemento da Unidade do Destacamento de Trânsito, em Penafiel, o militar, avança o JN, foi detido dois dias depois de ter voltado ao serviço, na sequência de uma baixa médica por problemas psicológicos, que durou três anos e que, supostamente, compreende o tempo em que o suspeito terá perseguido a ex-mulher inconformado com aquela separação.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, o militar da GNR, com 43 anos, terá chegado a usar ácido num ataque ao carro do namorado da antiga companheira e é suspeito de ter assaltado, na noite de Ano Novo, a residência da ex-mulher.
Ao que este matutino revela o militar nunca terá aceite a separação, depois de mais de cinco anos de relacionamento com a ex-companheira e não conseguindo reverter essa situação começou a persegui-la de forma constante e a mandar-lhe sucessivas mensagens por telemóvel.
Desesperada com a constante perseguição do militar da GNR a jovem, de 33 anos, terá tentado o suicídio.
Internada no Hospital de Penafiel a situação foi sinalizada e comunicada à GNR. O Núcleo de Investigação é Apoio Vítimas Específicas da GNR de Penafiel tomou conta da ocorrência e, com facilidade, reuniu prova suficiente para sustentar o mandato de detenção emitido pelo Ministério Público.