geral@penafielmagazine.pt

Notícias em Penafiel
 

João Ribeiro, Pedro Tiago e Jorge Gonzaga vencem em Castelo Branco

(Foto: OffroadPortugal.org)

O piloto paredense João Ribeiro, e os lousadenses Jorge Gonzaga e Pedro Tiago, foram os grandes vencedores, nas respetivas categorias, da segunda etapa do Campeonato Nacional de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, realizada no passado fim-de-semana em Castelo Branco.

Começando pela «classe-rainha», Super 1600, todos os elementos que chegaram ao pódio são naturais do Tâmega e Sousa. O campeão nacional João Ribeiro voltou a ser imperial, e depois de vencer três das quatro corridas de qualificação, levou o seu Citroen Saxo a uma vitória categórica na final, em que os lousadenses Joaquim Machado (Peugeot 208) e Hélder Ribeiro (Citroen C2) foram segundo e terceiro, respetivamente. Ainda a esta final, chegaria o paredense Rogério Sousa (Ford Fiesta), que ficou em quinto, e o penafidelense Nuno Araújo, sexto classificado na prova em que se despediu do seu Citroen C2.

Na classe Nacional A 1.6, Pedro Tiago voltou a dominar a seu bel-prazer, vencendo em três das quatro corridas de qualificação, e a final, colocando o seu Citroen Saxo a mais de 12 segundos do seu mais direto perseguidor, também ele de Lousada, na circunstância Luís Morais (Peugeot 106). Bruno Lima (Citroen Saxo) foi terceiro, e do quarto ao oitavo, todos os pilotos que chegaram à final são de Lousada, com Américo Sousa (Citroen Saxo), a ficar à frente de Tiago Ferreira (Peugeot 106), Agostinho Sousa (Citroen Saxo), Leonel Sampaio (Citroen Saxo) e Vítor Sousa (Citroen Saxo).

No Kartcross, a vitória na final foi para Jorge Gonzaga, que depois de ter terminado as qualificações na frente do pelotão, levou o seu ASK EVO18 a um triunfo na final que premiou a consistência e competitividade do jovem campeão nacional. Pedro Rosário foi segundo, e Rui Nunes terceiro, ambos com um Semog Bravo.

Da classe Nacional 2RM, veio a notícia mais negativa para o desporto regional. Quando tudo parecia encaminhar-se para que o piloto de Abragão, Adão Pinto, pudesse chegar à vitória, eis que o seu Opel Astra lhe pregou uma partida na final, e mais uma vez não terminou a derradeira corrida. João Novo (Peugeot 106) aproveitou para arrecadar nova vitória, Paulo Sousa (BMW E30) foi segundo, e Andreia Sousa (Peugeot 306) terceira.

Nas demais categorias em disputa, os pódios ficaram assim definidos:

NACIONAL 4WD – 1º Carlos Pacheco (Subaru Impreza)

INICIAÇÃO – 1º Gonçalo Macedo (VW Polo); 2º Rodrigo Correia (Peugeot 205); 3º Gonçalo Novo (Toyota Starlet)

SUPER BUGGY – 1º Mauro Reis (HSport TT); 2º Paulo Godinho (PG 0012); 3º Arménio Rodrigues (GRT MXG)