geral@penafielmagazine.pt

Notícias em Penafiel
 

OITO CICLISTAS DA VOLTA A PORTUGAL JÁ PASSARAM PELA ADRAP

São oito os ciclistas que hoje iniciam a sua participação na Volta a Portugal, e que já passaram pela formação da Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel, uma das mais conceituadas escolas de ciclismo do país.

De entre os antigos Ases de Penafiel, João Barbosa sobressai como uma referência incontornável, pela circunstância de ser um «filho da terra». Ao serviço do Vito-Feirense-Pnb, cumpre a sua estreia na Volta, depois de um ano em que foi terceiro, na Camisola da Juventude, no Grande Prémio das Beiras e Serra da Estrela, e um nono posto, também entre os jovens, na Volta ao Algarve.

Na Efapel, encontram-se três corredores que já envergaram as cores da ADRAP. Um deles, Joni Brandão, pode bem vir a ser um dos grandes protagonistas desta edição, num certame em que foi segundo no ano passado e em 2015. Bruno Silva, que este ano venceu a classificação da Montanha na Volta a Castela e Leão, e Rafael Silva, autor de prestações de bom nível igualmente em Castela e Leão, mas também nas Voltas ao Alentejo e Aragão, são dois ex-Ases que tentarão contribuir para a competitividade da Efapel na «Grandíssima».

Na sua temporada de estreia na Ludofoods Louletano Aviludo, Nuno Meireles chega a esta Volta após um 2019 até agora discreto nos resultados obtidos, e na Radio Popular Boavista vamos encontrar dois interessantes corredores, um Luís Gomes que, além de um 25º lugar na geral da Volta às Astúrias, esteve em excelente nível na Volta ao Alentejo, em que concluiu as duas primeiras etapas nos dez primeiros, e um Hugo Nunes que foi cinco na Juventude, na competitiva e conceituada Volta ao Algarve.

Depois de três anos na W52/FC Porto, Daniel Freitas teve um início de 2019 com resultados medianos na Miranda-Mortágua, mas o certo é que o antigo ciclista da ADRAP parece estar em crescendo de forma, como o comprovam o 39º lugar da geral na Volta a Castela e Leão, e a prestação de muito bom nível no Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, em que foi quinto numa das etapas, e 11º na Camisola Verde.

Com o prólogo marcado para hoje, em Viseu, a 81ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta terá dez etapas, até terminar no Porto a 11 de agosto. Ao todo, competem 132 ciclistas de 21 nacionalidades distintas, estando 19 equipas presentes.

Entre as principais figuras presentes, para além do já referido Joni Brandão, o espanhol Vicente García de Mateos (Ludofoods Louletano Aviludo), o seu compatriota e veterano de excelência no ciclismo internacional, Óscar Sevilla (Medellín), o italiano Marco Tizza (Amore & Vita – Prodir) ou os portugueses Edgar Pinto (W52/FC Porto) e Frederico Figueiredo (Sporting Clube de Portugal/Tavira) são encarados como alguns dos «cabeças-de-cartaz» deste evento histórico no desporto nacional.

Créditos das fotos: João Fonseca Photographer