penafielmagazine@gmail.com

Notícias em Penafiel
 

CASTELÕES COM AMBIÇÃO NA MUDANÇA PARA O FEDERADO

Reportagem com áudio

 

Depois de um ano no futebol amador, o Castelões arranca a nova temporada na Série 2 da 2ª Divisão Distrital da AF Porto, apresentando-se com um projeto ambicioso que pretende envolver toda a comunidade em torno de um clube com pergaminhos também na formação.


Áudio Luís Moreira

 

No início da época, o presidente do clube, Luís Moreira, assumiu a sua confiança no sucesso do projeto desportivo de uma agremiação que lidera há uma década. “Este é o ano do ingresso nos campeonatos distritais, depois de uma época no futebol amador que serviu, sobretudo, de adaptação, aprendizagem e aquisição de uma dinâmica competitiva que envolvesse o clube e a comunidade. Tendo em conta as condições que possuímos, e o recrutamento de jogadores de qualidade, a transição para os campeonatos federados acabou por ser natural. A criação desta equipa permitiu, por um lado, criar condições para o regresso de muitos atletas da terra ao clube, que jogavam em freguesias e concelhos vizinhos.

Além disso, já há dez anos que temos vindo a fazer um forte investimento na formação, e necessitamos da equipa principal como o ponto mais alto de todo este processo formativo”, referiu, além de destacar o grande apoio dado à equipa principal do Castelões, por parte dos adeptos.

 

 

“A união das pessoas em torno do clube cresceu imenso com a criação da equipa sénior. Notámos um envolvimento muito maior das pessoas, que sempre acorreram em enorme número ao nosso campo nos jogos em casa e que acompanhavam intensamente a equipa nas deslocações ao terreno dos adversários. Por isso acreditamos que, também no papel da mobilização de adeptos e associados, ou em receitas como as do bar, este investimento no plantel principal é importante para nós. E deixo o repto para que não só as pessoas de Castelões como das freguesias vizinhas venham ver os jogos e apoiar-nos nesta nova época”, anotou.

Áudio José Manuel Russo

_______________________________

 

José Manuel Russo será o timoneiro de um projeto que, tal como refere, teve sempre a inclusão nos campeonatos federados como o seu grande objetivo. Pensar jogo a jogo, e fazer o melhor possível, é o que norteia a formação penafidelense, nesta sua aventura pelo quarto escalão do futebol distrital portuense.
“Nesta temporada, a forma como a preparação e o planeamento da equipa estão a decorrer, deixa-me com um maior otimismo quanto ao que podemos fazer. Existe um compromisso entre mim e os jogadores que passa por dar tudo para, jogo a jogo, disputar sempre os três pontos. Vamos jogar o melhor futebol que pudermos, dentro do que sabemos e do que não sabemos, estando cientes de que, por vezes, as coisas vão sair-nos melhor, e noutras ocasiões nem tanto. Pessoalmente, acredito no valor desta equipa e que, jogo a jogo, seremos capazes de caminhar rumo aos nossos objetivos. Acredito que juntos podemos fazer coisas bonitas em Castelões”, acredita o experiente técnico que, além de passagens por clubes conceituados na região como o Vila Meã, Vila Caiz ou Vila Boa de Quires, já celebrou uma subida de divisão no Castelões, mais concretamente da segunda para a primeira divisão do futebol amador, em Penafiel.
Natural da freguesia, Luciano Sousa é um dos atletas mais experientes da equipa, e um «histórico» do clube aos 40 anos de idade. Em declarações ao nosso jornal, deixou passar a mensagem de que a equipa fará o seu melhor, para levar o Castelões à melhor época possível, mesmo que espere uma época exigente.
“Sempre estive ligado ao clube, e a minha intenção é continuar este trajeto. Na época passada, vivemos um período atípico, em que a temporada se inicia em cima da hora, mas em que estivemos a preparar o ingresso nos campeonatos distritais, através do aproveitamento do trabalho e aprendizagens feitas.

A nossa expectativa passa por fazer o melhor possível, dentro das nossas capacidades, e conquistar o maior número de pontos que pudermos.

Temos um grupo de atletas que gostam de jogar futebol, as boas condições que temos ajudaram a chamar novos jogadores, e é com este grupo que vamos dar o melhor de nós, apesar de sabermos que a competitividade do futebol distrital é completamente diferente da que encontrámos no futebol amador”.