penafielmagazine@gmail.com

Notícias em Penafiel
 

ATLÉTICO DE CROCA INICIA ÉPOCA COM FORTE APOSTA NA FORMAÇÃO

À procura de melhorar classificação das duas épocas anteriores, e com a intenção de relançar aposta na formação, o Atlético de Croca aparece para a temporada de 2019/20 com uma freguesia fortemente mobilizada em prol do desenvolvimento de uma coletividade.
Com uma Direção na mesma presidida por Alfredo Magalhães, mas renovada com elementos de grande projeção na comunidade croquense, o espírito desta agremiação permanece inclusivo, mas com uma união reforçada da freguesia em torno da evolução do clube, conforme o próprio líder da Direção frisou, na sua entrevista ao Penafiel Magazine.

“Este é um projeto a quatro anos, que está em fase de crescimento, e que assenta em valores como a recreação, lazer, saúde, manutenção e inclusão.

Hoje, à partida para a terceira época consecutiva com a nossa equipa principal, temos uma Direção jovem e renovada, formada por pessoas conceituadas na freguesia, entre as quais o nosso treinador principal e que, para além de partilharem os valores do clube, têm competência organizativa que nos permite um devido enquadramento com as normas e regulamentos da Associação de Futebol do Porto”.

Declarações Alfredo

 

Apesar da confiança renovada, as dificuldades do clube permanecem as de sempre, com a necessidade urgente de melhorar as infraestruturas a ser considerado um aspeto fundamental na prossecução da visão estratégica do clube para os próximos anos, a fim de o tornar mais apelativo à vinda de recursos humanos de qualidade, que queiram evoluir em contextos apropriados para o efeito. Daí que a Direção, mais do que resultados, peça “respeito, responsabilidade e compromisso”, destacando que, “na construção do plantel, gerou-se uma empatia em torno do projeto que se traduziu na manutenção de alguns jogadores importantes do clube que transitam da última época, juntamente com regressos de atletas que não só serão grandes mais-valias para a equipa, como são pessoas que acreditaram no projeto desportivo que apresentámos. A tudo isto acresce a vinda de um treinador do qual os atletas gostam, e que foi o grande mobilizador de muitos dos regressos e vindas de jogadores para cá. Temos todas as condições para fazer uma temporada calma, com uma equipa bastante competitiva”, concluiu.

 

De regresso ao clube da sua terra após três anos de grande sucesso na formação do Calçada de Oldrões, o treinador Tiago Teixeira é uma das “caras novas” de um projeto desportivo que tenciona reforçar a mobilização dos croquenses, conforme o próprio reitera.

“Antes de mais, a entrada de novos elementos para a Direção cativou muitos jogadores a ingressar na equipa principal.

A maioria dos jogadores são da terra, que já representaram o clube em épocas anteriores, tanto nos seniores como na formação, e que acreditaram em nós para levantar o clube. A meta estipulada para a época é de vinte pontos e, uma vez alcançado esse objetivo, definiremos outros objetivos de seguida. Estou muito satisfeito com o meu plantel, tenho dois jogadores para cada posição, constato que, à base defensiva que fez bons jogos na época passada, se acrescentou um reforço do ataque para esta temporada e, por isso, estou plenamente convencido de que conseguiremos atingir os vinte pontos a que nos propomos”.

Na sua entrevista, o técnico da equipa principal também falou do que se pretende para a formação, que será reativada esta época. “Temos muitos miúdos, cuja maioria nunca competiu no futebol federado, que vão ser agrupados em dois escalões, os Juvenis e os Sub-13, perfazendo um total de trinta jovens. A prioridade da formação para esta época é, por um lado, incentivar a prática futebolística e, por outro, valorizar as aprendizagens e a evolução que vai ser feita. Em termos de resultados, temos a noção de que a época será muito difícil, mas o que importa é jogar contra bons jogadores e equipas e, em função do que fizermos, corrigir as nossas debilidades, e atingir um nível competitivo maior nas épocas seguintes, onde já poderemos ser mais exigentes”.

Vítor Barbosa, um dos capitães do clube e atleta de grande experiência no futebol regional, com um percurso que já o levou por clubes como o Penafiel, Lousada ou Alpendorada, refere que “o objetivo é fazer melhor do que nas duas últimas épocas” e, nas suas declarações, mostrou a sua confiança no alcance deste objetivo.

“Este ano regressou muita gente ao clube, vários antigos colegas com quem já joguei, e gente da terra, que sente o clube e esta camisola.

É importante termos uma equipa que dê tudo em campo, e que viva o clube intensamente, e que mobilize os adeptos, dos quais iremos precisar muito para atingirmos os nossos objetivos. Mesmo com o clube nos últimos lugares, os croquenses nunca deixaram de o apoiar, e agora só nos resta, domingo a domingo, darmos motivos para que todos se unam em prol do Croca, e o levem para patamares mais altos”.

Share Post