penafielmagazine@gmail.com

Notícias em Penafiel
 

ROGÉRIO MATOS E JOAQUIM PINTO CAMPEÕES NACIONAIS DE CICLOCROSSE

O penafidelense Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e o veterano «craque» da Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel, Joaquim Pinto, sagraram-se este fim-de-semana campeões nacionais de ciclocrosse nas respetivas categorias, em Vila Real.

Integrado na classe Master 40, Rogério Matos deu mais uma demonstração de classe por terras transmontanas, ao vencer a prova a praticamente um minuto da concorrência, liderada por Afonso Ferreira, que ficou em segundo, e Eduardo Fontes (Rodabike/ACRG/Gondomar), que foi terceiro. Joaquim Pinto triunfou nos Master 60, num pódio em que João Pinto (Boavista/Servigás/Nast) foi segundo, e em que a Escola BTT Penafiel Bike Clube pôde celebrar o terceiro lugar de Joaquim Matos.

Além destes grandes resultados, o desporto penafidelense ainda pode orgulhar-se de mais dois grandes resultados de pódios, com Vítor Santos (Patocycles/Eyres by Shamir) a ser medalha de prata na classe Elite Masculina, que consagrou Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano) campeão nacional da modalidade. Quem não ficou atrás foi Augusto Midão (Rompe Trilhos/Ajpcar), que também foi segundo mas em Master 30, em que apenas foi superado por Michel Machado (Vasconha BTT Vouzela).

A representação desportiva penafidelense não se ficou, no entanto, por aqui. A correr pela equipa BTT Freamunde/Ecoforhouse/Mycarbox/Celispor, Agostinho Cunha terminou no 14º lugar dos Master 30, e Marco Neves (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) foi 17º desta mesma classe competitiva.

Com um conjunto de promissores atletas, a Escola BTT Penafiel Bike Clube não deixou Trás-os-Montes sem registar algumas excelentes prestações dos seus jovens corredores. Em Juvenis, Diogo Ribeiro ficou à beirinha do pódio e foi quarto, numa classe em que Leonardo Barbosa foi sexto. Em Cadetes, Tomás Gaspar foi quinto, João Nogueira sexto, Pedro Cunha nono, e Simão Rocha décimo. Rui Carvalho foi 11º na classe Elite, Samuel Silva foi 13º em Sub-23, Joaquim Silva foi 13º em Master 50, e António Pinto foi 19º em Master 40.

Créditos das fotos: FPC-UVP