penafielmagazine@gmail.com

Notícias em Penafiel
 

ANACOM EXPLICA COMO ESTÁ A DECORRER PROCESSO ALTERAÇÃO SINTONIA TDT

O presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), João Cadete de Matos, esclareceu, numa conferência de imprensa realizada na sede da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, em Penafiel, como se está a desenvolver o processo de migração da rede de Televisão Digital Terrestre (TDT), que, no caso dos municípios abrangidos pela CIM do Tâmega e Sousa, começou no dia 28 de setembro, com a alteração do emissor do Rio Arda, e termina a 2 de novembro.

“Houve aqui uma total convergência num objectivo fundamental para o país, que é melhorar a cobertura de todo o território em termos de rede fixa de alta velocidade, rede fibra óptica e cobertura de rede móvel, seja para fazer chamadas de voz em qualquer parte do território, quer para permitir que todas as populações e todas as empresas, independentemente da sua localização, tenham um bom acesso à internet, que hoje é fundamental e indispensável”, comentou João Cadete de Matos, da ANACOM, após reunião com os autarcas da região do Tâmega e Sousa.

Esta posição decorreu, como explicou, do descontentamento, manifestado naquela reunião pela generalidade dos autarcas, com a cobertura em geral das telecomunicações na região do Tâmega e Sousa, muito deficitária sobretudo nas zonas mais rurais e de menor densidade populacional.

Quanto ao processo de migração da rede de televisão digital terrestre (TDT), a única coisa a fazer, quando ficar sem imagem no televisor, com o écran negro, é ressintonizar a televisão ou o descodificador TDT para o novo canal.

No emissor de Amarante a alteração acontecerá no dia 14 de outubro, em Avessadas, Marco de Canaveses, no dia 15, e no emissor de Penafiel a 16 de outubro.

“Houve aqui uma total convergência num objectivo fundamental para o país, que é melhorar a cobertura de todo o território em termos de rede fixa de alta velocidade, rede fibra óptica e cobertura de rede móvel(…)”

Os trabalhos de ressintonia dos emissores têm início de manhã, entre as 9h00 e as 10h00, sendo que, enquanto decorrem os trabalhos, que demoram entre 4 a 6 horas, será colocado em funcionamento um emissor portátil, na frequência atual, por forma a garantir à população, durante esse período, o acesso ao serviço. 

Quando os trabalhos de ressintonia terminarem, será nesse momento que, para voltar a ter acesso ao serviço, terá de efectuar uma nova sintonia do televisor ou descodificador na nova frequência em que o emissor está a emitir.

Para proceder à sintonização dos novos canais de televisão digital terrestre (TDT) – quando ficar sem imagem no televisor –  basta efetuar nova sintonia – automática ou manual – através do comando do seu equipamento (descodificador de TDT ou da TV).

Para concretizar esta alteração da sintonia no TDT, não será necessário adquirir novas antenas de receção, nem trocar de televisor ou o descodificador TDT (box). Também não será necessário reorientar as antenas de receção (os emissores vão ficar no mesmo sítio).

A migração da TDT, consiste na alteração das frequências dos emissores que utilizam a faixa de frequências 700 MHz para novas frequências de emissão. Esta alteração deve-se ao facto de a “faixa dos 700 MHz” ter se ser libertada para ser disponibilizada para a prestação de serviços de comunicações eletrónicas terrestres sem fios de banda larga 5G.

A ANACOM tem no seu site o folheto explicativo em formato digital (https://online.fliphtml5.com/rchw/haqd/) e um vídeo que explica todo o processo (https://www.youtube.com/embed/9fESWKW1tig?rel=0&autoplay=1).

Para ajudar a população neste processo, a ANACOM criou ainda uma linha telefónica de apoio gratuita (800 102 002), que funciona todos os dias entre as 9h00 e as 22h00, para dar informação e ajudar a fazer a sintonia dos televisores à distância. Se porventura, mesmo assim, qualquer pessoa não conseguir sintonizar os respetivos aparelhos, está acautelada a possibilidade de equipas da ANACOM, desde e quando solicitadas, se deslocarem à residência destas pessoas, que necessitam de um apoio mais direto.

Post Tags
Share Post