Slider

Aliados Lordelo e Rebordosa dividem pontos no dérbi do de Paredes [C/ÁUDIO]

O dérbi do concelho de Paredes, entre Aliados de Lordelo e Rebordosa, e jogo cartaz da 9ª jornada da Série 4 da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP), finalizou com um empate a  dois golos.

 

O jogo ficou decidido ainda na primeira parte. A equipa da casa colocou-se cedo em vantagem, por intermédio de Carlos Neto (11′). No entanto, a reação rebordosense foi célere, com dois golos num curto espaço de tempo, com golos de Luís Gonçalves (23′) e de Ricardo Teixeira, na transformação de uma grande penalidade (27′). Ainda antes do intervalo, também de penálti, João Moreira restabeleceu a igualdade (36′).

No regresso dos balneários, as duas equipas tentaram chegar ao triunfo, mas o resultado não mais sofreu alteração.

No final da partida, o treinador Armando Santos garantiu que “se tivesse de haver um vencedor teria de ser o Aliados de Lordelo, porque foi muito competente e claramente prejudicado pela arbitragem”.

 

 

“Estivemos em primeiro, fizemos barulho muito cedo e isso despertou os alarmes para algumas pessoas que não querem o Aliados lá. Estão a acontecer coisas inesperadas. É surreal o que aconteceu hoje. Uma arbitragem totalmente contrária. Foi muito mau para ser verdade”, queixou-se.

Arlindo Gomes, técnico do Rebordosa, confessou um “sentimento agridoce” pelo resultado, garantindo que a sua equipa “foi mais capaz e competente” do que o adversário.

 

 

“Para nós foi importante não deixar-mos aproximar os adversários na tabela. Não conseguimos os três pontos, mas fomos briosos, lutamos muito, fizemos um jogo competente e circulamos bem a bola. Não vencemos, mas estou satisfeito com o desempenho dos meus atletas”, elogiou.

Com este empate, o Rebordosa, que é segundo classificado na tabela, em zona de acesso ao ‘play-off’ de promoção, manteve os seis pontos de distância sobre o Aliados de Lordelo, que somou o quinto jogo consecutivo sem ganhar.

O Freamunde capitalizou a igualdade no dérbi de Paredes e ficou ainda mais isolado no topo da classificação, após ter goleado (4-0) na receção ao Felgueiras B. Os ‘capões’ dispõem agora de quatro pontos de vantagem sobre os rebordosenses e dez sobre lordelenses.