Slider

“ARMADA” PENAFIDELENSE A POSTOS PARA O RALI DE PAREDES

Cinco pilotos e dois navegadores penafidelenses vão entrar em ação a partir de amanhã, num Rali de Paredes que promete emoções muito intensas, já que é a derradeira prova do Campeonato Norte, do Desafio Kumho Norte e da Copa 106.
Com o número 8, irão correr Manuel Teixeira e João Costa, ao volante de um Citroen Saxo Cup. Este ano, a dupla já conta com uma vitória e dois segundos lugares no campeonato, o último dos quais conseguido no Terras d’Aboboreira, que trouxe à região os melhores do país. O quarto pódio da época seria o melhor desfecho de uma temporada que teve um início muito difícil, com três abandonos, mas que os dois pilotos souberam superar com o decurso do campeonato.
“Estrela” do Desafio Kumho Norte, em que já conquistou um triunfo e um segundo lugar na Classe 1, o penafidelense Bruno Almeida leva o seu companheiro de sempre, o marcoense Leandro Silva, à conquista das estradas paredenses, com o Peugeot 206 GTi da MocaCar. Depois de um início de época com bons resultados, os últimos tempos têm sido difíceis para esta equipa, que sofreu um acidente aparatoso em Famalicão, e abandonou por problemas mecânicos em Mesão Frio. Vai correr com o nº 15.
Da última vez que competiram juntos com o Mitsubishi Lancer EVO VI, venceram na classe X3-14, há três anos atrás, no Rali Amarante/Baião. Passados três anos, João Vinha e Cristiano Queiroga envergarão o nº 20 no Rali de Paredes, naquela que será a segunda corrida de Vinha este ano, depois do oitavo lugar na geral do Rally Taça Joaquim Santos, no Penafiel Racing Fest.
Com o nº 21, Fábio Costa e Joaquim Teixeira voltam com o seu Renault Clio 2.0 RS a Paredes, depois de uma boa prestação, carimbada com um pódio na classe X5-16, no Especial Sprint da cidade, bem como do quinto lugar nas 2FWD em Penafiel, na Taça Joaquim Santos.
Numa temporada cheia de azares e complicações, José Gomes e Nuno Ribeiro partem à procura do segundo pódio do ano, esperando que o Opel Astra G corresponda como o fez no Rally Vila Medieval de Ourém, em que foi segundo na Classe II entre os participantes do Desafio Kumho Centro. Depois de três abandonos, a dupla pretende terminar a época em beleza, com um resultado mais consentâneo com os pergaminhos destes pilotos, que terão o dorsal nº 33.
Por fim, com o nº 37, Hugo Costa e o navegador penafidelense Sérgio Moreira fazem, pela primeira vez, dupla num rali, aos comandos de um Citroen Saxo Cup. Para Sérgio Moreira, esta experiência está longe de estar nova, e o currículo do navegador conta com presenças em ralis desde 2011, onde conta com meia dúzia de pódios em várias classes competitivas, e vários companheiros ao volante.
Créditos das fotos pertencentes aos pilotos Bruno Almeida e José Gomes