Slider

Associação para o Desenvolvimento de Figueira promoveu desfolhada com utentes seniores

A Associação para o Desenvolvimento de Figueira promoveu, na quarta-feira, uma tradicional desfolhada com cerca de 15 utentes da Unidade de Cuidados Continuados (UCC).

 

A atividade decorreu no espaço exterior ao edifício onde funciona a valência

O objetivo da iniciativa, avançou ao Penafiel Magazine Betina Pinto, psicóloga da UCC da instituição, foi promover “o reviver das tradições”.

“A maior prevalência das faixas etárias dos nossos utentes situa-se acima dos 65 anos. Muitas destas pessoas estavam ligadas à agricultura e tinham o costume de fazerem a desfolhada todos os anos. Então aquilo que nós pretendemos é proporcionar-lhes a continuação da tradição”, explicou a técnica envolvida na organização da atividade, acrescentando:

“Nós temos percebido que todas as atividades que englobem reviver tradições são muito importantes e benéficas para o desenvolvimento cognitivo e para a convivência dos nossos utentes”.

Sobre o ambiente que se viveu durante as duas horas da desfolhada, a psicóloga descreveu-o como “incrível” e “surpreendente”.

 

 

“Eles é que fizeram tudo. Nós apenas lhes chegámos as espigas. Surpreenderam-nos bastante com a sua capacidade de fazerem tudo e muitíssimo bem. Estavam extremamente empenhados. Cantaram autonomamente músicas que se lembravam do tempo em que faziam a desfolhada. Tornou-se mesmo um ambiente incrível”, disse.

A desfolhada é uma atividade que a Associação para o Desenvolvimento da Figueira realiza todos os anos.

Habitualmente, fá-la em conjunto com os utentes do Lar, Centro de Dia e Unidade de Cuidados Continuados, mas, devido às restrições impostas pela pandemia da covid 19, este ano, a iniciativa está a ser promovida individualmente com cada valência.