Slider

Associação para o Desenvolvimento de Lagares comemorou 30 anos

A Associação para o Desenvolvimento de Lagares (APDL), sediada na freguesia de Lagares e Figueira, no concelho de Penafiel, comemorou 30 anos de “trabalho contínuo”, no dia 23 de março.

 

Apesar das “bastantes dificuldades provocadas pela pandemia”, o presidente da direção, garante que “não desiste”, porque “a instituição é muito necessária para a comunidade”.

Em entrevista ao Penafiel Magazine, Belmiro Barbosa descreve o percurso de três décadas de atividade como “muito positiva”, mas não deixa de referenciar “as dificuldades” que a instituição está a atravessar provocadas pela covid-19.

 

 

“Penso que quem conhecer a nossa instituição hoje e quem conheceu Lagares antes da sua criação, facilmente se apercebe que foi com a dinâmica desta associação que a freguesia tomou novos rumos”, disse.

A Associação para o Desenvolvimento de Lagares é a instituição de solidariedade social mais antiga do concelho de Penafiel, que conta com cerca de 200 utentes e 52 colaboradores.

“Somos a entidade empregadora maior da freguesia”, refere Belmiro Barbosa.

 

Associação quer alargar a creche e criar um centro de atividades ocupacionais

Quanto ao futuro, a Associação para o Desenvolvimento de Lagares tem duas candidaturas submetidas ao programa PARES 2.0. Uma é para o alargamento da creche e a outra é para a construção de um centro de atividades ocupacionais (CAO), que deverá ser instalado numa antiga escola primária, no lugar de Ordins.

O presidente da direção da APDL adianta que “os projetos já estão em curso e as candidaturas já foram feitas”.

“Precisamos de financiamento. Estamos à espera de ser contemplados para podermos executar”.

 

Comemoração dos 30 anos feita de forma interna e com carta dirigida à população

Impedida de realizar as habituais comemorações devido à pandemia de covid-19, a Associação para o Desenvolvimento de Lagares assinalou os 30 anos de atividade de forma interna.

Com os funcionários que estavam no ativo e com os utentes das valências de creche, jardim de infância e ATL, (as únicas que estavam em funcionamento), foi feito o embelezamento do edifício da instituição com balões e outros apontamentos festivos e foram cantados os parabéns.

Momentos que foram registados com fotografia e publicados nas redes sociais da coletividade.

Além disso, foi enviada uma carta à população, sócios e entidades parceiras, assinada pelo presidente da direção.

Na comunicação dirigida à comunidade Belmiro Barbosa diz ter “um sentimento de gratidão pela confiança depositada na associação ao longo destes 30 anos”.

“Com o envolvimento de todos, a instituição poderá continuar a construir um futuro assente na esperança, sempre com o lema fazer o bem, muito bem, cada vez melhor”.