Slider

Covid-19: Penafiel suspende iniciativas de julho do programa “Sentir o Verão”

A Câmara Municipal de Penafiel informou hoje que suspendeu todas as iniciativas agendadas para este mês de julho, no âmbito do programa “Sentir o Verão.

 

A autarquia justifica, em comunicado, que na origem da decisão está a “situação pandémica no país” e adianta que pretende “atuar de forma preventiva e prudente”.

O município garante estar a “seguir as boas práticas e todas as recomendações das Autoridades de Saúde” e salienta que “continua a acompanhar de forma rigorosa e atenta a situação da covid-19, em estreita ligação com as autoridades de saúde locais e nacionais, de forma a apoiar e a proteger o bem-estar e a saúde de todos os penafidelenses”.

Citado no comunicado, Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel, referiu que “a maior prioridade da autarquia é o bem-estar dos seus concidadãos”.

“Para os proteger, nesta crise pandémica que, infelizmente, atravessamos há cerca de um ano e meio, tudo temos feito para estar ao lado deles, ouvindo os seus anseios e atuando no sentido de minimizar os impactos negativos”, acrescentou.

Antonino de Sousa adiantou, ainda, que “nesta fase, e com a recente evolução dos casos, a autarquia entende ser importante não criar situações que possam potenciar algum tipo de ajuntamentos ou aglomerados socias.”

O Município de Penafiel indica, ainda, que “continuará a avaliar semanalmente a situação causada pela covid-19 e informará, caso se justifique, um possível regresso das atividades culturais”.

Recorde-se que o concelho de Penafiel integrou, na quinta feira, o grupo de 30 concelhos do país em alerta dado apresentar, pela primeira vez nos últimos 14 dias, mais de 120 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, de acordo com dados apresentados pelo Governo.