Slider

Desemprego desceu em todos os concelhos do Tâmega e Sousa num ano

O desemprego na região do Tâmega e Sousa desceu em todos os concelhos, entre agosto de 2020 e agosto de 2021, registando menos 3.682 pessoas desempregadas, segundo números do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

 

O concelho que registou a maior descida de desempregados foi Penafiel, com menos 786 num ano. Segue-se Paredes com menos 744 pessoas e Felgueiras com menos 577 pessoas desempregadas em 12 meses.

O concelho de Amarante registou menos 294 pessoas desempregadas, entre agosto de 2020 e agosto de 2021, Baião menos 54, Castelo de Paiva menos 74, Celorico de Basto menos 56, Cinfães menos 156, Lousada menos 318, Marco de Canaveses menos 373, Paços de Ferreira menos 248 e Resende menos 12.

Segundo os dados oficiais consultados pelo Tâmegasousa.pt, há menos 2.002 homens desempregados num ano e menos 2.180 mulheres.

Há menos de um ano inscritos no centro de emprego estavam menos 4.219 pessoas em relação a agosto de 2020. Há mais de um ano no desemprego estavam mais 564 pessoas em relação a agosto de 2020.

Em agosto de 2021, procuravam o primeiro emprego menos 23 pessoas que em agosto de 2020 e procuravam novo emprego menos 3.640 pessoas que em agosto de 2020.

Por grupo etário, em agosto de 2021 estavam 2.361 pessoas desempregadas com menos de 25 anos, 7.786 pessoas entre os 35 e os 54 anos e 6.691 pessoas com 55 ou mais anos.

No conjunto dos 12 municípios da região, em agosto de 2021, estavam 2.200 pessoas desempregadas com licenciatura.