Slider

FC PORTO TORNOU NOVEMBRO MAIS AZUL EM PENAFIEL

O Futebol Clube do Porto associou-se ao Serviço de Urologia do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) na promoção de uma iniciativa solidária, enquadrada no movimento universal “novembro azul”, que teve como principal objetivo alertar a população para a prevenção do cancro da próstata.

Assim, foi realizado um jogo solidário de futsal que colocou frente-a-frente a equipa dos profissionais de saúde do Serviço de Urologia do CHTS e os veteranos do FC Porto, que se fizeram representar por velhas glórias como Rui Barros e Jaime Pacheco.

 “É sempre importante que nós, enquanto figuras públicas, que marquemos presença para ajudar estas causas. Há pessoas que precisam da nossa ajuda e eu e os meus colegas estamos sempre disponíveis”, anotou o atual técnico da equipa B dos azuis e brancos, que fez um hat-trick na partida e deixou as bancadas ao rubro.

No Pavilhão Fernanda Ribeiro, em Penafiel, estiveram cerca de 300 pessoas a assistir ao encontro.

António Frasco frisou que “sempre que é solicitado, o Futebol Clube do Porto comparece”. O ex-jogador e atual técnico adjunto da equipa B juvenil dos dragões salientou também que “o CHTS é uma instituição e um bem de utilidade pública e é natural que nós nos tenhamos associado com todo o gosto a esta causa”.

“Aproveitamos este dia para oferecer às pessoas que se deslocaram ao pavilhão um desdobrável com as indicações, cuidados a ter, prevenção e sinais de alerta para chamar a atenção da comunidade para esta problemática”, contou o enfermeiro-chefe Rogério Pacheco.

O doutor Joaquim Lindoro, diretor do serviço de urologia, tem uma forte ligação ao Futebol Clube do Porto, uma vez que foi voleibolista no clube e continua a colaborar com o departamento médico dos azuis e brancos.

“O cancro da próstata é o segundo mais mortal no nosso país e o seu rastreio é fundamental. Temos naturalmente de agradecer à direção do Futebol Clube do Porto e às suas velhas glórias que se deslocaram a Penafiel para dar cor e corpo a este movimento”, rematou.

 

A Câmara Municipal de Penafiel, representada pelo vereador desporto, Pedro Cepeda, também se associou à causa.

“Obviamente que a Câmara Municipal cedeu logo desde a primeira hora o Pavilhão Fernanda Ribeiro para acolher este jogo que é uma forma de angariar alguns fundos para esta causa, mas sobretudo para sensibilizar a população para a prevenção desta doença”, concluiu.

Os fundos angariados com as entradas reverteram a favor da Sociedade Portuguesa de Andrologia.

Dentro da quadra foram mais fortes os azuis e brancos que venceram por 6-4, mas feitas as contas quem venceu foi a causa.