Slider

Freguesia de Sebolido inaugura primeiro centro oficial de “trail running” do Vale do Sousa

A freguesia de Sebolido, em Penafiel, criou o primeiro centro oficial de “trail running” da região do Vale do Sousa, que abre na quinta-feira aos adeptos das corridas e caminhadas.

 

O novo centro é composto por três percursos que atravessam a Serra da Boneca.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Associação de Desenvolvimento de Sebolido e, segundo avançou ao Penafiel Magazine, Fábio Correia, presidente da junta de freguesia, tem como principal objetivo “dar uma nova dinâmica” e “chamar mais pessoas à terra” que já costuma organizar anualmente o Trail Boneca Douro.

“Já temos uma forte ligação com a modalidade. Além disso, as condições naturais que temos na freguesia são adequadas e propícias a este tipo de desporto. Então achamos que seria interessante criarmos este centro trail running”, explicou o autarca.

“O objetivo é trazer para a freguesia atletas que queiram fazer os seus treinos semanais ou diários, ou qualquer pessoa, conhecedora ou não da Serra da Boneca, e dar-lhes a possibilidade de fazer um treino sem se perder e ter a experiência de conhecer a serra e todos aqueles encantos, aquelas paisagens magnificas que somos premiados”, acrescentou.

 

 

O percurso P1 do centro “trail running” de Sebolido é composto por 7,5 quilómetros, o P2 tem 14 quilómetros e o P3 tem 25 quilómetros de extensão. Todos estão localizados, maioritariamente, na Serra da Boneca, mas contemplam outros “pontos de interesse” da freguesia.

“Os três percursos iniciam no centro da freguesia, junto ao Museu do Engenho. Descem até à beira do rio Douro. Passam pelo Parque de Lazer de Sebolido, na zona histórica da freguesia onde há casas em xisto. A partir daí, sobe até à Serra da Boneca, onde é possível contemplar a paisagem do rio Douro”, explicou Fábio Correia

“Os dois percursos mais longos, P2 e P3, vão ao topo da serra e passam pelo famoso Baloiço da Boneca e pelo Miradouro”, especificou.

“Todos eles passam ainda pela Capela Senhora do Monte e Igreja de Sebolido. Trata-se de percursos circulares, ou seja, terminam onde iniciaram”, referiu ainda o presidente de junta de Sebolido.

Os trabalhos de criação do centro de “trail running” de Sebolido levaram cerca de seis meses a serem executados.

 

 

O investimento realizado pela junta de freguesia de Sebolido ronda os dois mil euros.

“O único custo que a junta de freguesia teve foi com a aquisição de sinalética, porque tudo o resto foi feito por um grupo de jovens de Sebolido que tem trabalhado afincadamente em prol da freguesia, aos fins de semana, para fazer limpezas e marcações”, explicou Fábio Correia.

“Acaba por ser um projeto interessante, porque envolveu também a comunidade em prol do bem comum de toda a freguesia”, acrescentou.

A marcação dos três percursos do centro de “trail running” de Sebolido ainda não está totalmente concluída.