Slider

Grupo Folclórico de Penafiel celebrou 41º aniversário na Feira de S. Martinho

O Grupo Folclórico de Penafiel celebrou, na segunda-feira, 41 anos de história com o soprar das velas em plena feira de S. Martinho, disse ao Penafiel Magazine o presidente da coletividade.

 

“Estamos com a nossa barraquinha no S. Martinho. Estamos muito ocupados. Não conseguimos festejar como queríamos, com um jantar e outras condições, então foi lá na feira que cantamos os parabéns”, explicou António Oliveira.

O momento, acrescentou, contou com a presença de vários “componentes do grupo, amigos e entidades”, como a Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Penafiel.

Os festejos mais alargados do aniversário, adiantou, vão ser feitos no próximo dia 12 de dezembro, em simultâneo com a festa de Natal.

Quanto ao futuro e aos projetos que o Grupo Folclórico de Penafiel pretende desenvolver, António Oliveira garante que o principal objetivo será “dinamizar cada vez mais o grupo”

Lembrando que os dois últimos anos foram “difíceis” para a coletividade, devido à pandemia da covid 19, o presidente da direção confessa que o principal anseio é “continuar a atividade”

“Para o ano, já temos muitas atuações marcadas, inclusive, no estrangeiro. Vamos ver o que a pandemia nos deixa fazer: se podemos continuar no ativo ou não”, anotou.

Voltar a realizar o Festival de Folclore “Cidade de Penafiel”, em 2022, é outro dos desejos assumidos pelo líder da coletividade, acrescentou.

“Esperamos para o ano poder realizá-lo em grande e que seja um dos melhores festivais que já realizamos”, concluiu.

Fundado a 15 de novembro de 1980, o Grupo Folclórico de Penafiel, dedica-se à preservação e divulgação dos usos, costumes e tradições da freguesia e da região.

Atualmente, é composto por cerca de 53 elementos, com idades compreendidas entre os 08 e os 80 anos.