Slider

Homem com pulseira eletrónica por agredir e ameaçar a mulher em Penafiel

Um homem de 51 anos ficou sujeito a vigilância eletrónica depois de detido, em Penafiel, por violência doméstica contra a mulher, de 35 anos, informou hoje fonte policial.

 

Em comunicado, a GNR adianta que o suspeito esteve casado com a vítima durante 19 anos, com quem tem duas filhas, de 18 e 4 anos.

“Durante as diligências policiais, apurou-se que o agressor esteve vários anos a trabalhar no estrangeiro, regressando a Portugal no passado mês de outubro”, refere-se, acrescentando que o homem, “que consumia excessivamente bebidas alcoólicas e produtos estupefacientes, começou a agredir fisicamente e a ameaçar a vítima, movido por ciúmes exacerbados, passando a controlar a vida e as rotinas diárias da mesma e da filha de 18 anos”.

Pelos “comportamentos agressivos e pelo escalar de violência”, o suspeito foi detido e presente na quarta-feira a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Penafiel, que determinou como medidas de coação a proibição de contactar com a vítima, “por qualquer forma ou meio”

O homem ficou ainda obrigado a sujeitar-se a avaliação médica e eventual tratamento à dependência alcoólica.

 

APM // JAP

Lusa/Fim