Slider

INVESTIMENTO CRIA 1000 POSTOS DE TRABALHO DIRETOS EM PENAFIEL

[eltdf_dropcaps type=”normal” color=”” background_color=””]N[/eltdf_dropcaps]uma cerimónia que assinalou um ano desde a tomada de posse dos órgãos autárquicos, foi ainda assinado, entre a Câmara Municipal e a Associação Empresarial de Penafiel, um protocolo para a criação do Gabinete do Investidor e um Centro de Negócios.

“Um ano de mandato, mil empregos”. Foi este o «slogan» de uma cerimónia que assinalou, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um ano de mandato autárquico. Um dos grandes motivos de interesse da iniciativa foi a assinatura de vários contratos de investimento, que resultarão na criação de mil postos de trabalho diretos, no concelho de Penafiel. Tratam-se de postos de trabalho criados por empresas que se vão instalar em Penafiel, ou de empresas que já estão instaladas no concelho e que vão expandir a sua capacidade de produção. As áreas de negócios integram uma grande empresa multinacional de acessórios para a indústria de luxo, empresas ligadas à produção de produtos hospitalares, e ainda produção de aparelhos de ar condicionado.

Foi este trabalho de atração de investimento, que mereceu elogios do presidente da Assembleia Municipal de Penafiel, Alberto Santos, na sua intervenção aos presentes. “investimento estratégico é uma área importante, que nos permite avaliar o trabalho daqueles que elegemos, no âmbito da promoção da empregabilidade, qualidade de vida e oportunidades de realização pessoal e profissional, concedidas a pessoas e empresários de uma dada comunidade. Penafiel tem mostrado uma aptidão especial na captação de investimento estratégico, daí que, um ano depois da tomada de posse dos órgãos municipais, estejamos aqui a assinalar um momento no qual, mais uma vez, o concelho mostra a sua capacidade de captar e atrair o interesse de empresários, que aqui queiram instalar os seus negócios ou ampliá-los. Numa altura em que os municípios competem entre si no sentido de atrair investimento e projetos que sejam capazes de se tornar diferenciadores, e geradores de mais e melhor emprego, assinalar um ano de mandato autárquico com a assinatura destes contratos de investimento, leva-me a felicitar não só o presidente da Câmara Municipal de Penafiel, como todo o município, pelo trabalho desenvolvido nesta área”, referiu, além de enaltecer o trabalho de cooperação entre a autarquia e a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), em prol do desenvolvimento económico, e criação de emprego e riqueza no concelho.

Para o presidente da AEP, Pedro Bessa, esta terá sido uma cerimónia de importância muito particular. A concretização do Gabinete do Investidor e do Centro de Negócios inscrevem-se numa lógica de promoção do desenvolvimento económico e empresarial, que tragam consigo emprego e riqueza para um concelho que se pretende unido e cooperante em prol da sua afirmação regional. “Ao longo da sua história, a AEP tem tentado sempre contribuir para o crescimento do concelho, bem como o desenvolvimento do seu tecido empresarial, e todos os seus agentes económicos. Abraçamos novos projetos e empresas, ao mesmo tempo que acarinhamos aqueles que aqui já se fixaram. Acreditamos que é desta harmonia que se faz o sucesso numa região. Já com a Câmara Municipal de Penafiel, a AEP tem feito um trabalho de grande proximidade, que tem levado ao desenvolvimento de projetos que vêm contribuir não apenas para o aumento do emprego, como para a dinamização económica deste território. Os países concorrem entre si, as regiões concorrem entre si, e os municípios não fogem à regra. Só os mais audazes, aptos, capazes, destemidos, solidários e cooperantes, conseguirão adaptar-se a um contexto cada vez mais global, onde não cabem coutadas ou vaidades individuais. Um clima existente de parceria e comprometimento mútuo é a base do sucesso”, começou por dizer, antes de explicar em que consistem dois projetos que prometem causar um impacto extremamente benéfico à atividade empresarial penafidelense. “O projeto do Centro de Negócios, desenvolvido em parceria com a Câmara Municipal, surge como o ponto de partida da corporização de uma nova estratégia em Penafiel. Atualmente, a AEP dispõe de um conjunto de instalações e recursos humanos, que lhe permite disponibilizar aos seus associados uma diversidade de serviços, que permitam promover a defesa dos interesses da atividade empresarial e dos agentes económicos. E no projeto Centro de Negócios, a intenção é criar um forte e inovador ambiente empresarial nas instalações da AEP, baseado nos seus serviços, e que apenas se tornará possível graças à materialização de ferramentas de apoio à instalação, atração e criação de empresas, num espaço totalmente dedicado seja a novos projetos que queiram aparecer, seja a empresas já estabelecidas. Por seu turno, o Gabinete do Investidor irá funcionar como um mediador entre os empresários e a autarquia, ao ponto de reduzir o número de interlocutores a um, e libertar os empresários do ónus de contactar com diferentes serviços, até dar com a ‘porta certa’ para resolver um determinado problema. Com estes dois novos espaços, Penafiel assumir-se-á como um verdadeiro polo centralizador de um renovado ambiente empresarial, sempre numa lógica construtiva de apoiar o município a concretizar uma estratégia potenciadora das valências disponibilizadas”, reiterou.

Por seu turno, Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel, aproveitou para felicitar todos os que, através do exercício do poder autárquico, se disponibilizaram para servir a comunidade. Quanto aos protocolos firmados, realçou o potencial de criação de emprego e riqueza que os mesmos contemplam, no âmbito de uma área considerada nuclear para o Executivo Municipal – a atração de investimento estratégico. “Nesta data, julgámos que fazia sentido partilhar publicamente algum do trabalho desenvolvido pelo Município de Penafiel numa área que é, para nós, prioritária, como a da atração de investimento e emprego, e criação de riqueza. Com a celebração do protocolo com a AEP, vamos evitar a duplicação de serviços, cenário que vemos, por vezes, acontecer em outros municípios, e que gera maior confusão nos investidores, e dispersão de recursos necessários à resolução de um conjunto de problemas. Tudo irá estar concentrado neste Gabinete do Investidor e Centro de Negócios, nos quais será disponibilizada uma vasta gama de serviços às empresas e empresários, por parte de recursos humanos de excelência como tem a AEP, em prol da comunidade. Por outro lado, a assinatura de vários contratos de investimento ao longo deste primeiro ano de mandato, vem confirmar a prioridade dada por este Executivo à captação de investimento e emprego para o nosso concelho. Estamos, de facto, a celebrar este primeiro ano de uma forma muito positiva, e cujo impacto será, seguramente, bastante positivo na vida do nosso concelho”, concluiu.