Slider

JOAQUIM SILVA E FRANCISCO CAMPOS COM PRESTAÇÃO POSITIVA NA CHINA

Os penafidelenses Joaquim Silva e Francisco Campos, da equipa W52/FC Porto, estiveram em destaque no Tour of Qinghai Lake, prova realizada na China que consagrou Silva como o sétimo da geral individual e da camisola de montanha, e Campos no «top-20» da camisola verde.

Joaquim Silva, que foi o melhor português dos presentes, registou uma excelente prestação na primeira metade do Tour, em que conseguiu superar com distinção as contagens de montanha em altitudes bastante elevadas, que não o impediram de ser 12º na quarta etapa, e de obter um brilhante oitavo lugar no contrarrelógio individual.

O sétimo lugar de Francisco Campos na segunda etapa, e o quarto posto na etapa cinco, auguravam uma prova de excelente nível ao ciclista de Penafiel que, na segunda metade do Qinghai Lake, fez um 13º na etapa 10, e um 17º no dia seguinte.

Autor de boas prestações em 2019, o marcoense Jorge Magalhães esteve algo discreto na China, com um 123º lugar final na geral, mas para Tiago Ferreira o desfecho foi ainda mais infeliz, pois uma hipotermia obrigou-o a abandonar à sexta etapa, quando o ciclista de Rebordosa até já tinha sido oitavo na terceira etapa da competição.

O colombiano Robinson Chalapud (Medellín) conquistou a Camisola Amarela, o romeno Eduard Grosu (Delko Marseille Provence) levou para casa a Camisola Verde, e a Camisola da Montanha ficou entregue ao colombiano Hernán Aguirre, da Interpro Cycling Academy. A Medellín venceu a classificação por equipas, na qual a W52/FC Porto terminou no quinto lugar final, de entre as 22 formações presentes.