Slider

JOSÉ GOMES – DE PREGO A FUNDO E COM TRÊS TÍTULOS NO PALMARÉS!

Piloto penafidelense de ralis com uma vasta experiência competitiva, José Gomes é um dos pilotos mais conceituados do concelho e da região, detentor de três títulos no seu palmarés.

Os bons resultados sempre foram uma constante deste piloto que, desde que há registos de participações suas em provas oficiais, foi logo a pódios. Em 2003, juntamente com Rui Magalhães, levou um BMW M3 E36 ao segundo lugar da categoria VSH11 no Rali Casino de Espinho e, no ano seguinte, com o mesmo carro, venceria a Classe 1/4 no Rali Sentir Penafiel, e o Rali Sport Clube da Régua, numa prova a contar para o Campeonato Regional Douro.

Seguiram-se dois anos de ouro, que representaram a afirmação de José Gomes. Em 2005, concluiria a temporada na quarta posição na Classe A do Campeonato de Promoção Terra, ao volante de um Citroën Saxo Cup, e tendo como copiloto Artur Oliveira. Na classe A5, o penafidelense seria o grande vencedor do Rali de Esposende, e terceiro no Rali de Loulé.

O título nacional nos ralis chegaria em 2006. Com o mesmo Citroen do ano anterior, mas com António Campos na navegação, José Gomes conseguiu cinco vitórias em ralis, mais concretamente em Gondomar, Góis, Murça, Vila Real e Loulé, e seria campeão nacional de ralis Promoção Terra.

Depois de alguns anos mais afastado dos pódios em provas oficiais mais importantes (exceção feita à vitória, na Classe I/II, no Rali Rota do Folar, a contar para o Campeonato Regional Douro), José Gomes tem-se apresentado recentemente com alguma regularidade, em ralis com importância. Em 2016 venceu, com um Citroën Saxo VTS, o Rali Serras de Fafe-Cup na classe P1-2, bem como o Rali União, aí com um Ford Fiesta R2, sem esquecer a sua participação no Azores Airlines Rallye, prova a contar para o Campeonato da Europa. Em 2017, levou um Citroën Saxo Kit Car ao triunfo na classe X1-9 no Rali União de Freguesias do Marco de Canaveses e, já este ano, foi segundo de Classe II ao volante de um Opel Astra G, num Rally Vila Medieval de Ourém, a contar para o Desafio Kumho Centro.

Uma palavra também para o seu novo copiloto Nuno Ribeiro, um navegador com um currículo já extenso nos ralis, em que sobressaem participações tanto em provas do Campeonato de Portugal de Ralis, como do Peugeot Rally Cup Ibérica, algumas delas merecedoras de «top-10» geral final, como aconteceu ainda este ano, na condição de navegador de Hugo Lopes, num Peugeot 208 R2 que «brilhou» no Rally dos Açores, e no grande Vodafone Rally de Portugal.