Slider

MOVINGLAND PROMOVE TRILHOS PEDESTRES E DE BTT COM PASSAGEM POR PENAFIEL

A associação Movingland, de S. Mamede de Recezinhos, publicou no seu portal um conjunto de trilhos pedestres e de BTT que percorrem alguns dos pontos mais emblemáticos da região do vale do Rio Odres que abrange partes dos concelhos de Penafiel, Amarante e Marco de Canavezes.

A ideia para o projeto nasceu da realização de “voltas e passeios pelas redondezas” que elementos da associação têm realizado e assinalado por GPS, ao logo dos últimos anos, explicou ao PENAFIEL MAGAZINE José Duarte, presidente da direção.

“Uma vez que temos aqui vários locais de interesse nos três concelhos, concluímos que seria interessante associar estes elementos e publicar uma série de trilhos que convidem as pessoas a explorar a região”, acrescentou.

A associação, fundada em 2013, desenvolve uma série de atividades de caminhada e BTT num território que abrange várias freguesias dos três concelhos.

Em Penafiel, a sua área de atuação inclui Castelões, S. Mamede de Recezinhos e S. Martinho de Recezinhos.

Os dados dos percursos propostos, seis de BTT e cinco pedestres, podem ser descarregados do portal da Movingland e utilizados em aplicações e dispositivos GPS para orientação no terreno.

O dirigente sublinhou que os trilhos não estão fisicamente marcados, mas adiantou que a associação está a trabalhar num projeto de percurso PR (Pequena Rota) para a região com cerca de 30 quilómetros de extensão.

“Em princípio, será um percurso dividido em várias secções, que abrangem monumentos da Rota do Românico e os locais de nascimento de figuras ilustres desta região”, acrescentou.

Recordou, ainda, que tem outro projeto “em carteira”, mas que está suspenso devido às medidas de prevenção da pandemia da covid-19.

Em fevereiro do ano passado, a associação propôs a realização de uma campanha de limpeza de cerca de meia centena de lixeiras ilegais espalhadas pela sua área de atuação, principalmente ao longo do rio Odres.

A intervenção, que iria decorrer no Dia Mundial da Floresta, a 21 de março, foi, entretanto, cancelada com a entrada em vigor das medidas de confinamento.

“Não vamos desistir desse projeto, continua em pé. Assim que houver a possibilidade de regressar ao terreno, vamos avançar”, concluiu.

Percursos de caminhadas: https://www.movingland.pt/index.php/percursos-caminhada-pelo-vale-do-odres/

Percursos de BTT: https://www.movingland.pt/index.php/trilhos-btt/

 

 

TEXTO: Paulo Alexandre Teixeira