Slider

Penafiel abre concurso para requalificar envolvente a menir e gravuras rupestres

A Câmara de Penafiel abriu concurso para a requalificação da área envolvente ao Menir de Luzim e gravuras rupestres de Lomar, num investimento estimado em 92 mil euros, segundo avançou à Lusa fonte da autarquia.

 

Trata-se de um projeto que “tem como objetivo a preservação, a valorização e a promoção deste importante conjunto arqueológico, permitindo uma melhor acessibilidade e fruição cultural, através da requalificação dos espaços envolventes e da melhoria de circulação entre os vários elementos patrimoniais que o compõem”, acrescentou aquele município do distrito do Porto.

O Menir de Luzim é monumento pré-histórico classificado e marco da passagem de velhos caminhos naquele concelho da margem direita do rio Tâmega.

Em concreto, a empreitada vai requalificar o caminho florestal que liga aqueles elementos pré-históricos e espaços envolventes, com novo mobiliário urbano e infraestruturas arquitetónicas que procuram facilitar a acessibilidade e a sinalética.

“Serão, assim, criadas melhores condições para o desenvolvimento de atividades pedagógicas, culturais, turísticas e de valorização do património junto da comunidade escolar, público em geral e turistas”, assinala a autarquia.

O projeto é comparticipado em 85% por fundos europeus e o prazo de execução da empreitada é de 60 dias.