Slider

PENAFIEL DISTINGUE ABEL FERREIRA, JÚLIO MESQUITA E LUÍS MENDES

Abel Ferreira

A Câmara Municipal de Penafiel vai atribuir a Medalha de Ouro do Concelho de Penafiel ao treinador Abel Ferreira, a Júlio Manuel Mesquita (a título póstumo), o antigo provedor da Misericórdia, e ao artista plástico Luís Mendes.

A partir das 15 horas, o Museu Municipal recebe a Sessão Solene Evocativa da Comemoração 251 Anos Elevação Penafiel a Cidade, onde o presidente da Câmara procederá à distinção destas três ilustres personalidades penafidelenses.

Na mesma cerimónia serão entregues Medalhas de Mérito Municipais Douradas que, este ano, pretendem homenagear os heróis dos nossos dias – os profissionais de saúde -, que estão, há um ano, na primeira linha na luta contra o Covid-19 e que tudo têm feito para salvar vidas. Com esta atribuição simbólica, o Município de Penafiel enaltece e agradece o trabalho e a bravura destes seres humanos demonstrada sempre, mas em especial, nestes tempos difíceis de pandemia.

O PENAFIEL MAGAZINE vai acompanhar, com transmissão em direto na sua página Facebook, a partir das 15 horas, a cerimónia.

Neste dia especial para a cidade de Penafiel o treinador Abel Ferreira recebe a Medalha de Ouro da Cidade e do Concelho, assim como o reconhecimento de cidadão honorário.

Recorde-se que o penafidelense Abel Ferreira conquistou o primeiro título de futebol sénior como treinador, tornando-se campeão das Américas, ao vencer a Taça dos Libertadores pelo clube brasileiro SE Palmeiras.

Abel Fernando Moreira Ferreira nasceu em Penafiel, a 22 de dezembro de 1978. Formou-se e tornou-se jogador profissional (como lateral direito) no FC Penafiel em 1997, onde ficou até 2000 quando se transferiu para o Vitória de Guimarães. Passou mais tarde por clubes como o SC Braga e o Sporting CP. Depois de terminar a carreira como jogador, Abel Ferreira assumiu-se como treinador com passagens pelo SC Braga, PAOK, na Grécia, e agora o Palmeiras, no Brasil.

Entre os distinguidos com a Medalha de Ouro da Cidade e do Concelho estão ainda o antigo provedor da Santa Casa Misericórdia Penafiel, Júlio Manuel Mesquita (a título póstumo) e o artista plástico Luís Mendes, também reconhecidos como cidadãos honorários.

Júlio Manuel Mesquita, nasceu em Vila Flor, e em 1964, radicou-se em Penafiel. Em 2011, candidatou-se a dirigir esta Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, como Provedor, onde ocupou o cargo até à data do seu falecimento. Foi presidente dos Bombeiros Voluntários de Penafiel, presidente da direção da Assembleia Penafidelense, membro do concelho superior do Futebol Clube de Penafiel. Faleceu, com 74 anos, a 29 de maio de 2020.

 

 

Crédito Foto: SE Palmeiras