Slider

Valpedre inaugurou a primeira fase do centro cívico

A Câmara de Penafiel e Junta de Freguesia de Valpedre inauguraram, no sábado, a primeira fase da obra do Centro Cívico da freguesia, junto à igreja.

 

No centro de Valpedre, foi criado um espaço verde que está equipado com um parque infantil, mesas para merendas, uma pista para caminhadas, um palco para atividades lúdicas e sanitários.

Os trabalhos realizados, na primeira fase, representam um investimento de cerca de 200 mil euros. Mas o projeto é mais amplos e contempla uma segunda fase.

Os terrenos têm cerca de um hectare de área. Foram comprados pelo município de Penafiel e custaram 280 mil euros.

 

 

“Estamos a falar de uma área muito significativa e numa localização de excelência aqui no centro da freguesia”, explicou o presidente da Câmara Municipal de Penafiel.

“É um espaço importante. A freguesia de Valpedre carecia desta centralidade, exatamente num local tão especial para os valpedrenses como é a sua igreja matriz”, referiu Antonino de Sousa, acrescentando:

“Era um compromisso que estava assumido com a junta de freguesia e nós senti-mo nos muito satisfeito quando concretizamos os compromissos que assumimos e acima de tudo as expectativas da comunidade”.

 

 

Eduardo Daniel, presidente de junta de Valpedre, referiu que o projeto era “um desejo de todos os valpedrenses e pessoal”.

O autarca, que está há 24 anos naquele órgão de poder local, confidenciou que tinha assumido com o povo que “enquanto não resolvesse o problema dos terrenos em frente à igreja seria sempre candidato”.

“Temos os terrenos e o projeto para a primeira e segunda fase, portanto chegou a hora de ir embora”, referiu Eduardo Daniel, acrescentando:

“É um orgulho enorme fazer isto. Queria sair, mas queria esta obra, que era demasiado importante”.

Na segunda fase, o projeto do Centro Cívico de Valpedre prevê a construção de percursos pedonais, colocação de máquinas de manutenção física e uma cobertura no palco de espetáculos.